Simule seu investimento em mogno africano no Polo Florestal:
Escolha uma Página

A implementação do novo viveiro em Pompéu (MG) traz práticas sustentáveis que melhoram as produções das mudas do Polo Florestal. Saiba mais!

O sucesso de uma floresta começa com a produção de mudas

O novo berçário das mudas de mogno africano, que irá atender todos os plantios do Polo Florestal, está localizado na região central de Pompéu (MG) em uma área de 20 mil metros quadrados.

A estrutura está em fase de implementação e conta com o acompanhamento de profissionais especializados para auxiliar no desenvolvimento saudável das mudas.  O processo também irá garantir maiores cuidados para as plantas serem transportadas ao local do plantio com segurança. 

Nosso foco é a sustentabilidade e aproveitamento dos recursos hídricos. O novo viveiro do IBF possui o objetivo de captar águas pluviais e de irrigação para realizar a reutilização da água, dado que a região chove aproximadamente 1.000 milímetros por ano. Ou seja, serão 20 milhões de litros captados e reciclados através do sistema de drenagem.

A localização foi determinada após uma avaliação cautelosa sobre as condições da área e sob a influência de outros fatores técnicos, como: 

  • a declividade da superfície do terreno; 
  • a drenagem do solo; 
  • a flexibilidade para obter água limpa e ser suficiente para a irrigação; 
  • o tempo de insolação da área; 
  • a proteção das mudas para dificultar a entrada de animais; 
  • a distância ao local do plantio.

Novo viveiro em Pompéu

Recentemente, o prefeito de Pompéu conheceu o novo viveiro do IBF. A produção inicial do Mogno Africano está sendo desenvolvida de modo sustentável, ocasionando mais rendas e mais trabalhos para os cidadãos pompeanos e região.

A seguir, confira o vídeo em que Solano Aquino apresenta mais detalhes dessa estrutura:

Prezamos pela alta qualidade do processo de cultivo

Você já sabe que as mudas do IBF passam por severos parâmetros de qualidade e no novo viveiro em Pompéu essa metodologia não será diferente. Em resumo, o nosso processo se inicia por uma cuidadosa triagem de material genético com boa procedência, seguido da produção realizada em tubetes plásticos para facilitar o ganho de nutrientes necessários para o desenvolvimento das plantas sem enovelamentos.

Por isso, garantimos que a produção das mudas do IBF possui grande infraestrutura para o sucesso do seu investimento florestal! 

Gostou da notícia? Acompanhe os boletins mensais e fique por dentro de tudo o que acontece no Polo Florestal. 

Até o mês que vem!

Perdeu os últimos boletins? Confira aqui: 

Implementação do Sistema SAP para gerenciamento do Polo Florestal

Você sabe como é o inverno no Polo Florestal?

Por que a tecnologia é uma ferramenta importante no Polo Florestal?